Feb 012010
 
Walmart and sustainability

galaygoby

O Walmart fundado em 1962 por Sam Walton tornou-se uma das maiores empresas do mercado americano, representando quase 2% de seu PIB.

Com negócios em 15 países – inclusive o Brasil – mais de 8.400 lojas e mais de 2 milhões de funcionários, tornou-se também uma das maiores empresas do mundo. Em 2009, seu faturamento global (incluindo a marca Sam’s Club) chegou a US$401 bilhões e seu lucro líquido a US$13,4 bilhões. 

Porém, para atingir seus objetivos o Walmart sacrificou sua reputação e tornou-se a antítese da cidadania empresarial. Pressionando fornecedores por menores preços, espremendo salários e benefícios e proibindo a sindicalização de seus colaboradores, envolveu-se em vários problemas com governo e sociedade e conseqüentemente, feriu sua reputação e o valor do negócio.

Para o fundador, o único stakeholder parecia ser o consumidor: “… do ponto de vista do consumidor, você quer tudo: uma grande variedade de produtos de qualidade, o menor preço possível, satisfação garantida,… Você ama quando a loja excede suas expectativas e odeia quando a loja é inconveniente, é difícil ou pretende que você é invisível.”

Assim, o modelo de negócios do Walmart trouxe crescimento e lucros, mas também muitos problemas, especialmente nos Estados Unidos:

  • Desde 2004 enfrenta um processo na justiça americana por discriminação no trabalho representado por 1,6 milhões de suas funcionárias mulheres. Nos EUA, há mais de 75 processos contra a empresa devido a suas práticas trabalhistas – o prejuízo pode custar mais de US$640 milhões
  • Perdeu mais de 200 disputas com comunidades locais na busca  da licença de operar suas lojas
  • Em vários estados, a empresa é obrigada por decisão judicial a investir pelo menos 8% de sua folha de pagamento em seguro saúde para seus funcionários
  • Em 2009 envolveu-se em um escândalo devido ao trabalho infantil encontrado em um de seus fornecedores de fruta nos Estados Unidos

Apesar disso, hoje  o Walmart define-se como empresa líder em sustentabilidade, filantropia corporativa e oportunidade de trabalho. E mais uma vez foi eleita a primeira do ranking Empresa Mais Admirada pela Fortune.

A mudança  começou com a tragédia do Furacão Katrina em 2005, quando o Walmart,  junto com outras empresas com grande poder logístico, conseguiram fornecer água e alimentos para a população de New Orleans muito antes do que órgãos governamentais americanos. Sensibilizado Lee Scott, CEO e presidente do Walmart, resolveu  adotar a sustentabilidade como um novo estilo de negócios e no website da empresa diz que a sustentabilidade representa “a maior oportunidade para a próxima geração“. Certamente também contribuiram a pressão de vários acionistas (entre eles o United Methodist Board of Pension and Health Benefit) para que a empresa divulgasse um Relatório de Sustentabilidade, toda a mídia negativa e os prejuízos acumulados com os processos nos EUA.

Hoje, o Walmart foca na sustentabilidade para resgatar sua reputação e imagem, algumas de suas iniciativas são:

  • Publicou um Relatório de Evolução de Sustentabilidade (2007/2008) e em 2009 seu primeiro Relatório Global de Sustentabilidade
  • Criou uma iniciativa para o desenvolvimento do índice de sustentabilidade (a ser finalizado até 2013), com 3 etapas:
    1. Solicitou que 100 mil fornecedores americanos respondessem a um questionário sobre sustentabilidade (out/2009)
    2. Patrocinou a criação de um consórcio com universidades, outros varejistas, fornecedores, representantes de ONGs e  governo para a criação de uma base de dados mundial para a análise do ciclo de vida de vários produtos (de suas matérias-primas ao descarte após o consumo)
    3. Trabalha para disponibilizar estes dados na forma de um “índice de sustentabilidade” para que os consumidores possam decidir o que consumir de maneira mais sustentável. Já em 2009, será feito um teste com alguns produtos eletrônicos, alimentícios e de limpeza

supermarket sustainable

  • Criou uma Rede de Valores Sustentáveis, formada por líderes da empresa, de fornecedores, da academia, do governo e do terceiro setor, para  analisar, criar soluções e integrar a sustentabilidade no dia-a-dia dos negócios. Esta rede inclui iniciativas nas áreas de: energia, construção verde, logística, resíduos, embalagem, madeira e papel, agricultura e pesca, têxteis, jóias, entre outras
  • Definiu metas, e compromete-se a divulgar as soluções mais sustentáveis, para:
    • Adoção de energia de fontes renováveis para lojas e frota
    • Redução de resíduos (meta: resíduo zero)
    • Redução de embalagens
  • Tem buscado aumentar a oferta de produtos sustentáveis (produtos orgânicos, do comércio justo, luzes  fluorescentes, etc) em suas lojas 
  • Disponibilizou um vídeo com idéias e casos de sucesso para incentivar a sustentabilidade –> http://walmartstores.com/Sustainability/8844.aspx

Se os esforços atuais são suficientes para apagar as marcas do passado ainda não sabemos. Mas tornando-se mais responsável pelas pessoas e pelo meio ambiente o Walmart, sem dúvida, alinha-se à busca pelo desenvolvimento sustentável.

Share

Sobre a autora:

Sueli Chiozzotto é formada em engenharia de produção pela Escola Politécnica da USP, tem MBA pela Universidade da California em Berkeley e é sócia da MGM Partners, onde desenvolve projetos nas áreas de sustentabilidade, responsabilidade e investimentos sociais para empresas, fundações e ONGs.

  4 Responses to “Walmart: de vilão a herói da sustentabilidade?”

  1. Finalmente alguém q tocou no ponto q eu queria do WalMart! Por causa desse passado duvidoso eu as vezes acho q as acoes deles é um grd greenwashing…

  2. Olá Claudia,
    Vamos continuar acompanhando e torcer para que não fique somente no discurso! Sei de algumas ações reais junto aos fornecedores e de qualquer maneira, é excelente ver uma empresa deste tamanho e com este poder falar (e esperamos agir corretamenta) em prol da sustentabilidade.
    O potencial de influência social (fornecedores, consumidores, clientes, …) é altíssimo e torna a iniciativa muito relavante! Obrigada pelo comentário e sucesso!

  3. Hello admin, i must say you have very interesting posts here.
    Your website should go viral. You need initial traffic
    only. How to get it? Search for: Mertiso’s tips go viral

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)