Mar 042011
 

Neste vídeo, baseado no artigo recentemente lançado sobre Compartilhamento de Valor junto com Mark R. Kramer, o prof. Michael E. Porter da Harvard Business School, explica porque líderes devem criar produtos e serviços que beneficiam não somente a empresa, mas também a sociedade.

As principais lições são:

  • Para criar valor compartilhado deve-se mudar o paradigma atual de: “o é bom para o negócio, é bom para a sociedade” para: “o que é bom para a sociedade, é bom para os negócios”
  • Criar valor para a sociedade é uma forma poderosa de criar valor para os negócios. O prof. Porter exemplifica que produzir produtos bons para o meio ambiente é muito mais poderoso do que doar recursos para organizações de meio ambiente
  • Os negócios já atendem às necessidades convencionais dos consumidores e agora precisam avançar atendendo necessidades da sociedade relacionadas à saúde e ao meio ambiente
  • A nova abordagem para diferenciação deve basear-se no entendimento das necessidades humanas e em como tratá-las através de produtos e serviços
  • A criação de valor compartilhado vai muito além de programas de voluntariado. Deve entender onde a cadeia de valor toca questões sociais importantes e buscar monetizar estas intersecções. Esta abordagem permite atuações inovadoras e positivas como a iniciativa de Comércio Justo, por exemplo.

O prof. Porter indica ainda como compartilhar valor nas empresas:

  1. Ampliar a visão de mercado explorando, além de demografia e percepções de valor de produtos e serviços, as questões sociais que mais importam para seus clientes e familiares
  2. Fazer novas questões como por exemplo:
    • Como produtos e serviços atendem a questões sociais importantes de nossos clientes?
    • Como podemos alavancar intersecções entre produtos e serviços e as prioridades sociais de consumidores atuais e potenciais?
    • Como atuar em relação a produtos que não estão contribuindo para necessidades da sociedade?
    • O que fazer em categorias onde não há uma conexão óbvia entre o valor do negócio e o valor social? Nesta área o programa Smarter Planet da IBM, é um exemplo de boa prática…
    • Como envolver clientes no desenho / projeto de produtos e serviços?
  3. Comunicar de forma diferenciada, contando histórias e compartilhando aquelas contadas por consumidores, fornecedores e parceiros não-governamentais sobre como sua proposta de valor os ajuda de maneira inovadora. Pergunte a você mesmo: “se não podemos anunciar o que estamos fazendo, como nossos consumidores vão saber a respeito?”
  4. Considere resultados qualitativos mais seriamente: avaliações de desempenho dependem de dados quantitativos e qualitativos, mas se a empresa não valorizar como faz a diferença na vida de colaboradores e públicos externos, estará em posição de desvantagem competitiva.

O prof. Michael Porter inspira a atuação da MGM Partners na área de sustentabilidade e temos certeza que você também vai aproveitar! Veja o vídeo completo no link Vídeos ao lado.

Share

Sobre a autora:

Sueli Chiozzotto é formada em engenharia de produção pela Escola Politécnica da USP, tem MBA pela Universidade da California em Berkeley e é sócia da MGM Partners, onde desenvolve projetos nas áreas de sustentabilidade, responsabilidade e investimentos sociais para empresas, fundações e ONGs.

  One Response to “Vídeo do prof. Michael Porter”

  1. Leia mais no artigo do The New York Times “First, Make Money. Also, Do Good” por Steve Lohr (que inclusive cita o caso do programa ecomagination da GE), em: http://www.nytimes.com/2011/08/14/business/shared-value-gains-in-corporate-responsibility-efforts.html?_r=2&scp=1&sq=%22creating%20shared%20value%22&st=cse

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)