Mar 182011
 

escravidãoO Ministério do Trabalho e Desenvolvimento (MTE) atualiza semestralmente a lista de empresas autuadas por uso de trabalho escravo. Em 17/março/2011 a lista de empresas autuadas chega a 210 fazendas e negócios de norte a sul do Brasil, todas flagradas explorando mão de obra escrava.

De acordo com o MTE, este cadastramento é baseado na portaria 540/2004 e consiste de verificação de informações de monitoramento, verificação in loco nas propriedades rurais, análise de informações de instituições governamentais e não governamentais e da Coordenação Geral de Recursos da Secretaria de Inspeção do Trabalho. Além disso, são verificados relatórios de fiscalização, pesquisas no SISACTE -Sistema de Acompanhamento do Trabalho Escravo e do CPMR- Controle de Processos de Multas e Recursos, além de consultas em outros bancos de dados do governo federal.

Nesta última revisão foram incluídos 88 novos empregadores que utilizam trabalho escravo, entre eles: engenhos de açúcar, fazendas, madeireiras, construtoras e indústrias têxteis. Uma vergonha!!! Mas pelo menos estas empresas recebem multas, tem acesso vetado à crédito em bancos públicos e não podem vender sua produção para instituições estatais.

Verifique a  lista completa dos ofensores (lista suja) em: http://portal.mte.gov.br/trab_escravo/portaria-do-mte-cria-cadastro-de-empresas-e-pessoas-autuadas-por-exploracao-do-trabalho-escravo.htm  E assegure-se que sua empresa não realiza negócios com estas “empresas”, se é que podemos, chamá-las assim…

Share

Sobre a autora:

Sueli Chiozzotto é formada em engenharia de produção pela Escola Politécnica da USP, tem MBA pela Universidade da California em Berkeley e é sócia da MGM Partners, onde desenvolve projetos nas áreas de sustentabilidade, responsabilidade e investimentos sociais para empresas, fundações e ONGs.
 March 18, 2011  Posted by on March 18, 2011 Empresas, Governo Tagged with: , , ,  Add comments

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)