Feb 112011
 

biomimicryA biomimética é a ciência e a arte de copiar soluções da natureza para resolver problemas humanos, como a criação de produtos e o desenvolvimento de sistemas e processos.  É uma nova área de estudo da natureza que utiliza o conhecimento prático da biologia natural em prol do desenvolvimento.

A biomimética é uma área multidisciplinar que inclui várias áreas da ciência como a biologia, a química, a física, a eletrônica, a informática e a matemática. O grande diferencial da biomimética é que, em geral, os processos e produtos naturais impactam muito menos o meio ambiente e os seres vivos, e ainda economizam energia e outros recursos naturais. Trata-se portanto, da “imitação da vida“.

Afinal como já sabemos “a natureza é sábia” e evolui há 3,8 bilhões de anos para manter a vida na Terra. Por outro lado, a ação humana tem sido devastadora, e por isso nos debruçamos na busca de soluções para a redução de nossos impactos negativos no clima, produção de alimentos, biodiversidade, depleção dos recursos naturais e na qualidade de vida de gerações futuras.

O Biomimicry Institute é uma organização americana focada na biomimética, especialmente, no que se refere a educação, compartilhamento de experiências (produtos, processos e tecnologias), e inspiração de novas práticas e iniciativas. No site deste Instituto você pode acessar casos, conhecer produtos e tornar-se um participante ativo no desenvolvimento da área.  Alguns exemplos de produtos apresentados no site são:

  • Cimento que absorve carbono: baseado no corais marinhos
  • Turbinas mais eficientes energeticamente: baseadas em cardumes de peixes
  • Células solares baseadas no funcionamento de folhas vegetais, e
  • Tintas e revestimentos baseados na flor de lótus
Veja o vídeo de Janine Benyus,  presidente do Biomimicry Institute para a revista Época, explicando a biomimética: http://videos.tenthweb.com/index/watch/yt/92V0I8hwiOU/?t=Janine+Benyus+fala+sobre+biomimetismo+-+1&sms_ss=mailto&at_xt=4d53fdd81fec70c6,0

 

Biomimicry Institute criou com alguns parceiros e vários colaboradores, um banco de dados aberto para a consulta de estratégias e produtos baseados na natureza, chamado AskNature.

No AskNature você também pode consultar especialistas, participar de fóruns de discussão, acessar fornecedores, enviar idéias e fotos e, especialmente, pesquisar produtos e tecnologias mais adequados  para o seu negócio e/ou projeto.

A MGM Partners acredita que a biomimética além de revolucionar a evolução tecnológica, pode contribuir expressivamente para o desenvolvimento sustentável e, portanto vale a pena disseminar este conceito.

Share

Sobre a autora:

Sueli Chiozzotto é formada em engenharia de produção pela Escola Politécnica da USP, tem MBA pela Universidade da California em Berkeley e é sócia da MGM Partners, onde desenvolve projetos nas áreas de sustentabilidade, responsabilidade e investimentos sociais para empresas, fundações e ONGs.

  2 Responses to “Imitar a natureza pode ser o caminho mais sustentável”

  1. PARABÉNS! Esse é o caminho que o mundo deveria seguir, buscar se aprimorar, edificar sua casas, edifícios, etc… (a natureza é muito sábia e mais sábio é aprender com a natureza, deixar que ela faça parte da vida humana, otimizando a qualidade de vida dos seres humanos, com menos desperdício, mais conforto e seguraça, gastando menos,)

    Porque quase ninguém sabe sobre isso, nem mesmo arquitetos/engenheiros, que só aprendem fazer caixotes, casas quadradas, mal sabem onde é o Norte e o Sul.

    Gostaria de saber mais, se há em Cuiabá (40°) algum arquiteto, projetista, uma ONG que estaria interessada em desenvolver esse tipo de projeto em Chapada dos Guimarães, mesmo em Cuiabá-MT.

    Meus Contatos (65) 9981 9344 e (65) 3023 4900 – advnaimemmm@terra.com.br

  2. Naime, obrigada pelo comentário. Infelizmente, não conheço ninguém desta área em Cuiabá. Mas não desanime, tenho certeza que você encontrará a pessoa certa. Sucesso! Sueli

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)