Dec 032009
 

Este é o primeiro de uma série de cinco posts sobre o livro Green to gold: how smart companies use environmental strategy to innovate, create value, and build competitive advantagede Daniel C.Esty e Andrew S. Winston. Leia, comente e acompanhe os próximos.

Sustentabilidade como vantagem competitiva:

DSC00058O livro “Green to Gold: how smart companies use environmental strategy to innovate, create value, and build competitive advantage”, publicado em 2006 pela Yale University Press e relançado em 2009 pela John Wiley & Sons, Inc. é leitura obrigatória para empresas e instituições que buscam desenvolver uma boa estratégia de sustentabilidade

Os autores analisam dezenas de casos do mundo dos negócios e propõe ferramentas e metodologias para a sustentabilidade, principalmente no que se refere às políticas, práticas e modelos de negócio ligados aos desafios e oportunidades de meio ambiente.

No prefacio à edição em papel (impressa em papel produzido de 100% de polpa reciclada e impresso com tinta de soja, livre de ácidos), os autores comentam sobre os fatores que acreditam ter contribuído para o imenso sucesso do livro, entre eles:

  • Elevado interesse da mídia em assuntos relacionados ao meio ambiente
  • Escândalos em cadeias de suprimentos de grandes empresas onde fornecedores usaram materiais perigosos e/ou impactaram negativamente o meio ambiente
  • Reavaliação de níveis de consumo, métodos de transporte e moradia por parte da população em geral, especialmente devido ao aumento do consumo na Ásia, à maior demanda por transparência, ao aumento do poder das empresas vs. dos governos e ao aumento do preço das commodities
  • Políticas ambientais mais amplas e rígidas, especialmente na União Európeia

Nos mercados emergentes, ainda que estas pressões sejam menores, é crítico  desenvolver a estratégia  para a sustentabilidade que possa transformar “o verde em ouro”, conforme sugerem os autores. A mensagem é clara: somente as organizações preparadas, através de estratégias, modelos de negócio e processos sustentáveis terão sucesso. 

Vale a pena ler, pois quem sabe sua organização possa ainda abocanhar “the first mover advantage”, ou seja, a vantagem do primeiro a se mover, aprendendo a identificar seus impactos (e os de sua cadeia de valor) e transformar desafios em oportunidades de ouro?

Share

Sobre a autora:

Sueli Chiozzotto é formada em engenharia de produção pela Escola Politécnica da USP, tem MBA pela Universidade da California em Berkeley e é sócia da MGM Partners, onde desenvolve projetos nas áreas de sustentabilidade, responsabilidade e investimentos sociais para empresas, fundações e ONGs.
 December 3, 2009  Posted by on December 3, 2009 Empresas Tagged with: ,  Add comments

 Leave a Reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)